Nuestros protagonistas, nuestras personas
Toneladas de compromisso
A Comunidade de Madri decidiu colocar em funcionamento o segundo necrotério nas instalações da futura sede do Instituto Anatômico Forense, o único edifício levantado no projeto da Cidade da Justiça de 2007 (março).

Quarta-feira, 25 de março
Foi feita a primeira visita às instalações às 13:00, a Elecnor manda seus principais representantes junto com Miguel. Vão Esther Burgos, Javier Arbizu, Güido Efrain, David Ávila e Carlos Buitrago.
15:45: termina a visita, o edifício tem 90% das instalações, mas está há 12 anos sem funcionamento.
16:40: É instalado um gerador de 1.000 kVA.
20:30: Todo o edifício com luz e eletricidade.

Quinta-feira, 26 de março 
A Elecnor envia uma equipe com mais de 30 profissionais. Todas as instalações de climatização são vistoriadas, reparadas, calibradas e, finalmente, colocadas em operação.

Sexta-feira, 27 de março
Todas as câmaras frigoríficas são colocadas em operação, são instaladas luminárias em todo o edifício e é feita a ativação dos elevadores, além da adequação civil dos acessos, banheiros e serviços.

Sábado, 28 de março
O gerador é desligado e é feita a conexão com o centro de isolamento e, finalmente, com o centro de transformação para abastecer todo o edifício com rede.

No sábado, o edifício já estava 100% pronto para funcionar. Em apenas 3 dias nossos colegas cumpriram um difícil desafio. Muitas horas de trabalho, compras, transportes, gestões, contratempos, dificuldades, mas, sobretudo, toneladas de compromisso de toda a equipe da Elecnor. 


Philip Kotler, fundador do marketing moderno, dizia que a melhor propaganda é feita por um cliente satisfeito. O arquiteto de Madri que supervisionou todos os trabalhos chamou nosso colega Miguel e disse: “Nunca vi nenhuma empresa trabalhar dessa forma em meus 12 anos em Madri”.