A Elecnor Deimos une-se ao "Asteroid Day 2016"
Esta iniciativa é um movimento mundial para sensibilizar sobre os riscos dos asteroides e os esforços da comunidade científica em prevenir futuros impactos no nosso planeta.No dia 30 de junho à noite, a empresa apresentará atividades de observação, acompanhamento e vigilância de asteroides que poderão ser seguidas via streaming.
30 de junho de 2016

Madri, 30 de junho de 2016.- A Elecnor Deimos, área tecnológica da Elecnor, une-se à celebração internacional do “Asteroid Day”, um movimento mundial que pretende sensibilizar a população sobre o perigo dos asteroides e os esforços da comunidade científica para a prevenção de futuros impactos. Tem lugar anualmente a 30 de junho em comemoração da data de 30 de junho de 1908, quando um corpo espacial de aproximadamente 37 metros de largura penetrou na atmosfera terrestre e chocou contra a planície siberiana, no Tunguska, libertando energia equivalente a cerca de 185 bombas de Hiroshima. 

A Elecnor Deimos une-se a esta iniciativa, que conta com o apoio de parceiros internacionais como a Agência Espacial Europeia, Association of Space Explorers, Discovery Science ou Astronomers Without Borders, organizando uma jornada de observação, acompanhamento e vigilância de asteroides a 30 de junho a partir das 22h15, na sua sede em Puertollano (Ciudad Real, Espanha). Esta atividade poderá ser acompanhada via streaming tanto por profissionais da Elecnor Deimos em outros centros da empresa (na Espanha e fora da Espanha) como pelo público geral interessado na matéria.

“Concebemos esta jornada para aproximar o espaço de qualquer pessoa interessada em qualquer parte do mundo via streaming e viver connosco uma noite especial na qual aprenderemos muitas curiosidades sobre a observação e vigilância de asteroides”, comenta Jaime Nomen da Elecnor Deimos.

Para a observação do céu, a Elecnor Deimos oferecerá aos internautas uma conexão via streaming com o centro de controle do seu avançado complexo DEIMOS Sky Survey (DeSS), localizado em Puertollano e dotado com a última tecnologia para observação, acompanhamento, catalogamento e vigilância de asteroides próximos da Terra e também do lixo espacial. 

Este centro é capaz de supervisionar, registrar dados e analisar os riscos que os objetos observados podem produzir.