A Elecnor termina a construção de sua primeira usina solar fotovoltaica na Austrália
Foi construída para a Fotowatio Renewable Ventures (FRV) e é o maior projeto solar com sistema de acompanhamento construído na regiãoEste complexo de 70 MW tem 232.960 painéis e abrange uma superfície de 191 hectares
8 de abril de 2016

Madri, 8 de abril de 2016.- A Elecnor concluiu com êxito sua primeira usina solar fotovoltaica na Austrália, construída para a Fotowatio Renewables Venture (FRV).

Este complexo, de 70 MW, está localizado na localidade de Moree, no estado australiano de Nova Gales do Sul. Integrado por 223.960 painéis em uma superfície de 191 hectares, é capaz de gerar uma produção anual de 145.000 MWh, equivalente ao consumo elétrico de cerca de 24.000 lares, para além de evitar a emissão de 95.000 toneladas de CO2 anualmente.

O objetivo desta usina solar é produzir energia limpa renovável durante, pelo menos, os próximos 25 anos. O projeto foi financiado pela FRV com o apoio do governo australiano por meio de uma subsídio de 101,7 milhões de dólares australianos da Agência Australiana de Energia Renovável (ARENA) e emissão de dívida em condições comerciais da Clean Energy Finance Corporation (CEFC). Além disso, este projeto servirá para impulsionar o conhecimento sobre a construção de usinas solares de grande escala na Austrália.

É o maior projeto solar com sistema de acompanhamento da Austrália e o primeiro contrato relevante da Elecnor na região, após a constituição de sua filial em Melbourne, centrada no desenvolvimento de negócios de infraestruturas e energias renováveis no país.

Presença na Austrália

Em finais de 2015, a Elecnor intensificou a atividade na Austrália com o desenvolvimento como investidor e construtor de outra usina solar fotovoltaica no valor de 69 milhões de dólares australianos. 

É um complexo de 25 MW que está sendo construído no território de Barcaldine, estado de Queensland. Ocupará uma superfície de 90 hectares e terá 79.000 painéis fotovoltaicos com capacidade para gerar uma produção anual estimada de 56.000 MWh, suficientes para abastecer as necessidades de consumo de aproximadamente 5.300 lares.

Este projeto reforça a estratégia de expansão internacional da Elecnor na zona da Ásia-Pacífico com a Austrália como eixo central de sua atividade.