A Elector foi presselecionada para competir pela infraestrutura da futura alta velocidade da Califórnia
A companhia foi pré-qualificada para o desenvolvimento do Projeto de Eletrificação no trecho entre o San Francisco e San Jose
21 de outubro de 2014

21 de outubro de 2014.- A Elecnor foi pré-qualificada para participar no desenvolvimento do Programa de Modernização de Caltrain, o sistema de trens das cercanias da Califórnia, que conecta San Francisco e San Jose. Trata-se de um plano ambicioso que alcança 1,225 milhões de dólares (cerca de 970 milhões de euros) e o início de seu funcionamento está previsto para 2019.   

Concretamente, a Elector, em joint venture com a Cobra, foi presselecionada para o Projeto de Eletrificação do Corredor da Península, que constitui uma parte fundamental do Programa de Modernização de Caltrain. Consiste, por um lado, na instalação de uma nova infraestrutura elétrica e, de outro, na substituição dos trens atuais, que funcionam a diesel, por trens de Unidade Múltipla Elétrica (UEM), para os serviços das cercanias entre a estação de 4th and King Street, em San Francisco, e a estação Tabien, em San Jose. Este novo sistema estará preparado para ser utilizado no futuro como infraestrutura elétrica de alta velocidade.  

O Programa de Modernização de Caltrain pretende solucionar o aumento da demanda e o número de passageiros da última década na região. Vai pressupor uma melhora notável na rede das cercanias, ao contar com um novo serviço mais eficiente, rápido e confiável. Com este projeto o rendimento do sistema vai melhorar e serão implantados trens elétricos, o que reduzirá os custos, principalmente os derivados do combustível, as emissões de gases de efeito estufa e a contaminação acústica, minimizando o impacto ambiental e melhorando a qualidade do ar. 

Esta pré-qualificação constitui a segunda da Elector no âmbito das ferrovias da Califórnia, depois da obtida em julho deste ano, para participar em outra licitação de obras de infraestrutura.  

O Projeto de Eletrificação de Caltrain vem reforçar ainda mais a presença internacional da Elecnor no setor de infraestruturas e ferrovias, onde conta com mais de 20 anos de experiência no desenvolvimento de projetos “chave na mão” de eletrificação, sinalização, bloqueamento, comunicações e sistemas de controle. 

Além disso, é uma das empresas que constribuiu para o desenvolvimento da Alta Velocidade Espanhola (AVE), participando em cerca de 2.250 quilômetros de extensão dentro das diferentes linhas da AVE, dos 2.700 quilômetros de rede instalada que existem atualmente no país. 

Também trabalha atualmente na construção de uma linha de trens urbanos na Argélia, com 12,6 quilômetros de comprimento, contratada pelo Ministério dos Transportes do país em junho do ano passado.