psf-bavaro-rep-dominicana.JPG

Elecnor utiliza tecnologia de ponta na construção de quatro usinas fotovoltaicas no Panamá

Elecnor utiliza tecnologia de ponta na construção de quatro usinas fotovoltaicas no Panamá

É a primeira vez que um projeto deste tipo inclui módulos bifaciais no país. O Grupo se consolida como referência no mercado de energia elétrica do Panamá.

Madrid, 25 de novembro de 2021
O Grupo Elecnor está trabalhando na construção de quatro usinas fotovoltaicas no Panamá no valor de 27 milhões de euros. Atualmente, duas das quatro usinas já estão concluídas. As instalações são promovidas pela AES Panamá, filial da norte-americana AES Corporation, que possui uma capacidade instalada total de 1.141 MW.

De acordo com o contrato, a Elecnor é responsável pelo projeto, construção, equipamentos e interligação (EPC) das quatro usinas fotovoltaicas. As instalações estão localizadas nas províncias de Herrera (Usina Pesé), Los Santos (Usina Mayorca) e Chiriquí (Usinas Cedro e Caoba). A capacidade instalada total será de 40 MW. 

Para realizar este projeto está sendo utilizada tecnologia de ponta no Panamá, já que as quatro usinas terão módulos bifaciais que permitem maximizar o aproveitamento da energia solar. Os módulos bifaciais podem aumentar o benefício da energia solar em até 30%, sendo portanto, muito mais eficientes.

A previsão é que as obras sejam concluídas antes do final de 2022. Além disso, durante sua execução, serão criados cerca de 100 empregos nos municípios onde estão localizadas.

Com estes novos projetos, o Grupo Elecnor se consolida como uma referência no mercado da eletricidade no Panamá, onde aterrissou em 1996 e se consolidou em 2011 com a execução de projetos de construção e posteriormente com projetos de transmissão de energia elétrica e de energias renováveis.