Elecnor assina um financiamento corportativo de 500 milhões de euros
19 de janeiro de 2012

A multinacional espanhola encerra uma operação de financiamento corporativo no prazo de 5 anos com um grupo de 14 entidades financeiras

A companhia alcança com sucesso o financiamento de seus planos de crescimento apesar da delicada situação dos mercados financeiros

Madri, 19 de janeiro de 2012.- A Elecnor obtém um financiamento no valor de 500 milhões de euros com um grupo de 14 entidades financeiras, tanto nacionais como  internacionais. 

A operação foi encerrada na parte mais alta da faixa prevista inicialmente (entre 400 e 500 milhões de euros). Devemos destacar que, em um momento especialmente difícil para os mercados financeiros, a operação contou com sobresubcrição, superando os 500 milhões de euros. A confiança da comunidade financeira é resultado das boas perspetivas de negócio e da trajetória da companhia, que mantém excelentes taxas de endividamento.

O financiamento, com um vencimento no prazo de cinco anos, consta de duas modalidades: uma de empréstimo de trezentos milhões de euros e uma linha de crédito revolving de duzentos milhões de euros. A operação foi liderada por três entidades, o Banco Santander, que atuou como Agente, o Barclays e La Caixa, na qualidade de Bookrunners e MLAs, sendo o Santander e o Barclays os Coordenadores da operação. Outros MLAs foram o Banco Sabadell e o Credit Agricole, contando também com a participação do BBVA, Banco Popular, Banesto, Bankinter, Kutxa Bank, Banca Cívica, Bankia, Caja España-Duero e Banco Pastor.

O financiamento obtido está no plano de investimentos previsto pela multinacional espanhola no seu vigente Plano Estratégico e na sua estratégia de crescimento prevista para os próximos anos.