DJI_0026.JPG

Elecnor construirá um dos maiores parques solares do Brasil para a Atlas Renewable Energy

Elecnor construirá um dos maiores parques solares do Brasil para a Atlas Renewable Energy

O complexo Lar do Sol-Casablanca, financiado pelo BID Invest e DNB Banks com 150 milhões de dólares, produzirá energia suficiente para abastecer uma cidade de 1,4 milhões de habitantes. O acordo assinado com a Atlas Renewable Energy consolida a Elecnor como líder na construção chave na mão (EPC) de projetos renováveis no Brasil.

Madrid, 3 de junho de 2021

A Elecnor foi a empresa selecionada para a construção de um novo parque solar na cidade brasileira de Pirapora, Minas Gerais. Promovido pela Atlas Renewable Energy, companhia especializada em energias renováveis, o complexo solar fotovoltaico Lar do Sol - Casablanca terá uma capacidade instalada de 359 MWp, produzirá energia suficiente para abastecer uma cidade de 1,4 milhões de habitantes e será financiado pelo BID Invest e DNB Banks com 150 milhões de dólares.

De acordo com o contrato, a Elecnor será responsável pela engenharia, suprimentos, serviços e a entrega em funcionamento do parque solar e da subestação elevadora, da linha de transmissão e da entrada da linha numa subestação já existente.

Trata se de um projeto de grande porte, já que o novo parque ocupará uma área de aproximadamente 690 hectares e usará 676.000 módulos bifaciais, painéis que capturam a luz solar nas duas faces. A subestação elevadora (34,5/345 kV), necessária para transformar a tensão, terá dois centros de transformação de 330 MVA, e a linha de transmissão entre a subestação coletora e o bay de conexão será de 0,5 km a 345 kV, com uma capacidade operacional mínima de 600 MVA.

As obras deste projeto, que gerará mais de 800 empregos diretos, já começaram.

A Elecnor consolida assim sua liderança na construção de projetos de energias renováveis no Brasil como uma empresa de referência em projetos “chave na mão” (EPC, sua sigla em inglês).

A Elecnor no Brasil

A Elecnor está presente no mercado elétrico do Brasil desde 1979, no qual desenvolveu, ao longo dos anos, capacidades globais como empresa EPC e também como promotora dos seus próprios projetos de concessão. Suas outras duas grandes áreas de atuação são as energias renováveis, com a consolidação de um dos principais complexos eólicos de todo o hemisfério sul no Estado do Rio Grande do Sul, e infraestruturas de gás.