A Elecnor será responsável pela construção de um parque eólico em Lanzarote por 11 milhões de euros
A Elecnor será responsável pela construção de um parque eólico em Lanzarote por 11 milhões de euros
• Os trabalhos, que terão duração de 10 meses, serão concluídos em agosto de 2020
Madrid, 29 de janeiro de 2020

O grupo espanhol de infraestruturas, energia e telecomunicações Elecnor assinou um contrato tipo chave na mão com a Sociedade Insular de Águas de Lanzarote S.A. (INALSA), propriedade do Consórcio de Águas de Lanzarote, para a construção do Parque Eólico de Arrecife pelo valor de 11 milhões de euros. 

O contrato inclui fornecimento, instalação, comissionamento e manutenção, durante o período da garantia, de quatro aerogeradores Enercon, modelo E-70, além de todas as infraestruturas civis complementares. O Parque Eólico de Arrecife terá uma potência máxima de geração de 9,2 megawatts (MW). 

Essa nova instalação eólica estará localizada no centro da ilha, em uma zona conhecida como El Monte, nos municípios de San Bartolomé e Arrecife. A energia produzida será injetada à rede elétrica de Lanzarote, no ponto de entrega da subestação de Callejones, em San Bartolomé. 

A construção do parque, que tem um prazo de execução de 10 meses, está enquadrada nos projetos que o Consórcio de Água de Lanzarote desenvolve na ilha graças ao financiamento em conjunto com o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), e conta com a colaboração do Instituto para Diversificação e Poupança de Energia (IDAE). O objetivo desses projetos é impulsionar uma economia mais limpa e sustentável na ilha.