02/07/2020

O grupo espanhol de infraestrutura, energia, serviços e telecomunicações Elecnor será responsável pela construção de um novo parque eólico no Chile, promovido pela Mainstream Renewable Power, que fornecerá energia limpa para a matriz nacional a partir de 2021.

 

Localizado a 50 km da cidade de Antofagasta, em uma área deserta relativamente plana, com alturas entre 660 e 800 metros, o parque eólico Cerro Tigre terá uma capacidade de geração de energia de 185 megawatts (MW).

 

A Elecnor será responsável pela execução completa do BOP (Balance of Plant, Balanço da Usina), que inclui a instalação de 44 turbinas com 72 metros de altura e 4,2 MW cada. Além disso, o grupo construirá uma nova subestação evaporadora, uma linha de transmissão de 220 kV, mais de 20 quilômetros de trilhos e o restante da infraestrutura civil auxiliar. O contrato também inclui a expansão de outra subestação evaporadora existente por meio da construção de uma linha de transmissão de 220 kV e 12 km de extensão. A conclusão das obras está prevista para 2021.

 

Presente no Chile desde a década de 1980, a Elecnor cumpre um papel primordial no desenvolvimento energético do país, tanto na geração quanto na transmissão de energia, no desenvolvimento das ERNC e na implementação da economia energética das instalações.

24/06/2020
O grupo espanhol de infraestrutura, energia, serviços e telecomunicações Elecnor recebeu dois contratos para construir duas subestações na Noruega por 13,5 milhões de euros para a estatal Statnett, responsável pela rede elétrica no país. 

Por um lado, a empresa vai construir uma nova estação de transformação no município de Straumen, na província de Nordland. As obras, com previsão de conclusão para o outono de 2022, incluem o design, o fornecimento e a montagem de uma instalação de energia com tensão de 420/132 kV. Com o desenvolvimento da nova subestação de Salten, o fornecimento de energia entre o norte e o centro da Noruega será garantido e as infraestruturas de energia serão consolidadas para atender às necessidades futuras de suprimentos dessa região do país. 

Por outro lado, no município de Gaupne, será construída a subestação de Leirdøla, uma instalação que substituirá a atual. O objetivo deste projeto, avaliado em 8,7 milhões de euros, é cobrir a demanda por eletricidade, que no momento não está sendo atendida adequadamente. Para isso, a Elecnor será responsável pelas obras civis e montagem dos parques, bem como pela construção do edifício de controle. A subestação de Leirdøla, que terá uma tensão de 420/132 kV, faz parte de um projeto de investimento estratégico que está sendo realizado na costa oeste da Noruega, onde a produção de energias renováveis está crescendo notavelmente. 

A Elecnor está presente na Noruega desde 2015, quando recebeu um projeto para a construção de infraestruturas ferroviárias e comissionamento de dois túneis duplos para trens de alta velocidade, entre as cidades de Oslo e Ski, por 80 milhões de euros. Além disso, o Grupo também foi responsável pela construção da subestação Kristiansand para a empresa responsável pela rede de transportes norueguesa. 
15/06/2020

O Grupo Elecnor publicou um novo programa de notas promissórias para várias moedas no Mercado Alternativo de Renda Fixa (MARF) de até 300 milhões de euros, para financiar seus projetos nas áreas de engenharia, desenvolvimento e construção de infraestruturas, energia renovável e novas tecnologias, na Espanha e nos mercados internacionais.

 

Com esse programa, a empresa poderá se financiar, tanto em euros quanto em dólares dos Estados Unidos, por prazos de até 24 meses, otimizando os custos de financiamento do ativo circulante.

 

Com a renovação desse programa, a Elecnor possui uma fonte de financiamento diferente dos bancos tradicionais, diversificando suas alternativas de financiamento. Além disso, a empresa valorizou a flexibilidade concedida pelas notas promissórias emitidas a um custo menor do que as fontes alternativas de financiamento a curto e médio prazo.

 

O Banca March e o Banco de Sabadell são as entidades de posicionamento a quem a Elecnor terá que desempenhar as funções de consultoria, estruturação e distribuição das questões entre investidores qualificados. O Banca March também atuou como Assessor Registrado no MARF e como uma entidade agente. O escritório Cuatrecasas tem prestado assessoria jurídica.